<
>

Criador de Ursinho Pooh: Sangue e Mel recebeu ameaças de morte


Rhys Frake-Waterfield, roteirista e diretor de Ursinho Pooh: Sangue e Mel, revelou que chegou a receber ameaças de morte por ter feito o controverso filme.

“Recebi petições para parar o filme”, disse ele à agência de notícias Agence France-Presse. “Recebi ameaças de morte. Tive pessoas dizendo que chamaram a polícia”, acrescentou.

O cineasta, entretanto, não explicou exatamente quais crimes estas pessoas estariam relatando.

Ursinho Pooh: Sangue e Mel
Ursinho Pooh: Sangue e Mel

Mais sobre Ursinho Pooh: Sangue e Mel

“Os dias de aventuras e diversão chegaram ao fim, pois Christopher Robin, agora um jovem, deixou o Ursinho Pooh e Leitão para se defenderem sozinhos. Com o passar do tempo, sentindo raiva e abandonados, os dois se tornam selvagens”, diz a sinopse.

“Depois de sentir o gosto por sangue, Ursinho Pooh e Leitão partem para encontrar uma nova fonte de comida. Não demora muito para que sua fúria sangrenta comece”, conclui a sinopse.

Com a direção de Rhys Frake-Waterfield, o filme de terror de baixo orçamento foi escrito pelo próprio cineasta.

O elenco de Ursinho Pooh: Sangue e Mel conta com Amber Doig-Thorne, Natasha Tosini, Craig David Dowsett, May Kelly, entre outros nomes.

DEBES LEER:   What's Coming to Netflix This Week: December 4th to 10th, 2023

O longa custou US$ 100 mil para ser feito e arrecadou US$ 4 milhões pelo mundo. Devido ao sucesso financeiro, uma sequência já foi confirmada.

O sangrento filme live-action do Ursinho Pooh está em cartaz nos cinemas.

Etiquetas
Siguiente

Deja tu comentario