<
>

Novo Casamento Vermelho? Explicamos o massacre de Vikings: Valhalla


Contém spoilers

O Casamento Vermelho ficou marcado na mente dos espectadores em Game of Thrones. Em Vikings: Valhalla, um massacre semelhante acontece, mas com uma importante diferença: ele é baseado em algo que realmente aconteceu na vida real.

O chamado “Massacre do dia de São Brice” é mostrado em Vikings: Valhalla. Esse massacre aconteceu na vida real por volta de 1002.

Continua depois da publicidade

Os registros históricos sobre esse evento são um pouco irregulares, tendo algumas diferenças quanto ao que realmente aconteceu. No entanto, de acordo com o Looper, o que se sabe em geral é que tudo começou com o rei Etelredo II da Inglaterra.

O Massacre do dia de São Brice

O rei Etelredo II da Inglaterra recebeu a notícia de que os dinamarqueses estavam tramando para matá-lo, massacrando todos os seus conselheiros e tomando o seu reino. Acontece que nunca foi confirmado que a ameaça era legítima, mas sabia-se que os dinamarqueses costumavam realizar saques em aldeias inglesas.

DEBES LEER:   ¿Por qué Blonde protagonizada por Ana de Armas está clasificada NC-17?

Em resposta, o rei Etelredo II da Inglaterra ordenou o extermínio de todos os dinamarqueses da Inglaterra. Existem evidências que apontam que realmente aconteceu uma tentativa de genocídio do povo viking durante aquela época.

Não se sabe exatamente quantas pessoas morreram durante o massacre. Mas é sabido que as pessoas que morreram foram brutalmente assassinadas, com algumas delas sendo queimadas vivas.

Uma carta escrita pelo rei Etelredo II da Inglaterra em 1014 chamava o massacre de “um extermínio muito justificado”. Curiosamente, ainda havia uma referência à queima de uma igreja para matar vários dinamarqueses que haviam se escondido dentro dela, assim como aconteceu em Vikings: Valhalla.

Vikings: Valhalla está disponível na netflix.

Etiquetas
Siguiente

Deja tu comentario