<
>

Produtor de The Witcher culpa TikTok por fracasso da 3ª temporada


A 3ª temporada de The Witcher está sendo amplamente criticada pelos fãs e as avaliações dos críticos também não estão nada boas. Para piorar, um dos produtores da série deu algumas desculpas bem duvidosas acerca desse fracasso, culpando até o TikTok.

“O destino os uniu, mas forças perigosas tentam separá-los. Geralt e Yennefer lutam para garantir a segurança de Ciri enquanto a guerra toma conta do Continente”, diz a sinopse oficial da 3ª temporada de The Witcher na netflix.

A 3ª temporada de The Witcher é a última com Henry Cavill no papel de Geralt. O elenco principal da série conta também com Anya Chalotra (Yennefer) e Freya Allan (Ciri).

Mostramos abaixo o que um produtor de The Witcher disse sobre o fracasso e as simplificações da trama na 3ª temporada. (via Looper)

Geralt, Yennefer e Ciri na 3ª temporada de The Witcher
Geralt, Yennefer e Ciri na 3ª temporada de The Witcher

Desculpa para péssima 3ª temporada é irreal e míope

Em uma entrevista ao Wyborcza (via Redanian Intelligence), o produtor Tomek Baginski disse que eles tiveram que simplificar a série de fantasia para o mercado internacional, que é fortemente influenciado pelos gostos americanos.

DEBES LEER:   Squid Game: The Challenge Viewers Already Hate One Player

“Quando uma série é feita para uma enorme massa de espectadores, com diferentes experiências, de diferentes partes do mundo, e uma grande parte deles são americanos, essas simplificações não apenas fazem sentido, mas são necessárias”, disse Baginski.

“Isso é doloroso para nós, e também para mim, mas um nível mais alto de sutileza e complexidade terá um alcance menor, não alcançará as pessoas. Às vezes, pode ir longe demais, mas temos que tomar essas decisões e aceitá-las”, continuou.

Dito isso, Baginski não culpa apenas o público americano pelos elementos mal recebidos da série. O produtor também acredita que o seriado foi projetado para atrair uma geração de pessoas que requerem entretenimento não desafiador.

Durante a entrevista mencionada, o produtor disse que o TikTok e o YouTube tornaram os jovens mais relutantes em se envolver com tramas complexas e emocionais.

“Bem, é hora de ser sério”, acrescentou. “Queridas crianças, o que vocês fazem a si mesmos torna vocês menos resilientes para conteúdos mais longos, para cadeias longas e complicadas de causa e efeito.”

DEBES LEER:   El creador de Caso 63 lanza un nuevo podcast de ficción sobre la inteligencia artificial – DeportesEnVivo

A explicação de Baginski é míope e uma simplificação exagerada e irreal da atualidade, tendo em vista que algumas das séries de maior sucesso dos últimos anos trouxeram tramas intrincadas e complexas, como Game of Thrones (ao menos as 4 primeiras temporadas), Succession, Silo (veja essa série!), dentre muitas outras.

Ao criticar o público americano dessa forma, ele, ironicamente, cai na mesma armadilha de grandes estúdios de Hollywood, que sugerem mudanças e cortes, interferindo em filmes ao subestimarem suas audiências.

É possível trazer uma trama complexa, com camadas que podem ser entendidas em diferentes níveis, tanto por públicos menos exigentes, quanto por quem está acostumado com histórias que não se apoiam exclusivamente na linearidade. Simplificar tudo, uniformizar, tornar raso, não é uma necessidade, é receita para um roteiro ruim.

Você já pode conferir todos os episódios de The Witcher na netflix.

Etiquetas
Siguiente

Deja tu comentario